30 de abr de 2010

É PROIBIDO

É proibido chorar sem aprender
Levantar-se um dia sem saber o que fazer
Ter medo de suas lembranças
É proibido não rir dos problemas
Não lutar pelo que se quer
Abandonar tudo por medo
Não transformar sonhos em realidade
É proibido não demonstrar amor
Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor
É proibido deixar os amigos
Não tentar compreender o que viveram juntos
Chamá-los somente quando necessita deles
É proibido não ser você mesmo diante das pessoas
Fingir que elas não te importam
Ser gentil só para que se lembrem de você
Esquecer aqueles que gostam de você
É proibido não fazer as coisas por si mesmo
Não crer em Deus e fazer seu destino
Ter medo da vida e de seus compromissos
Não viver cada dia como se fosse um último suspiro
É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar
Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se desencontraram
Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente
É proibido não tentar compreender as pessoas
Pensar que as vidas deles valem mais que a sua
Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte
É proibido não criar sua história
Deixar de dar graças a Deus por sua vida
Não ter um momento para quem necessita de você
Não compreender que o que a vida te dá, também te tira
É proibido não buscar a felicidade
Não viver sua vida com uma atitude positiva
Não pensar que podemos ser melhores
Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

(Pablo Neruda)

Obs: Não tenho hábito de postar textos de outras pessoas, mas ficou impossível não dividir este texto tão emocionate e intenso do famoso poeta chileno Neruda, que deixou um legado inegável à literatura mundial. Espero que apreciem, pois li este texto entre lágrimas. Lindo fim de semana a todos e obrigado pelo carinho que sempre demonstram por mim e por meu blog. Este blog também é de vocês. DEDICO ESTAS ROSAS A TODOS.

(Imagem retirada do Google Imagens)

15 comentários:

  1. Quando vi o título do blog me lembrei de um versinho que eu adorava: "Tenho fases como a lua, fases de andar escondido, fases de vir para a rua". Se eu não me engano é Clarice Lispector. Lembro da ilustração, um gatinho em frente à lua, como encontrei por aqui!
    Que você tenha um final de semana maravilhoso, conseguindo respeitar todas essas proibições! hehehe

    ResponderExcluir
  2. Texto muito bonito mesmo!
    Bom fds pra vc!

    ResponderExcluir
  3. Ainda bem que não li ontem lá no trabalho, com certeza não teria causado em mim esta sensação que causou agora, estando aqui quietinha no quarto, lendo e sentindo cada palavra dita por Neruda.

    Ah, e obrigada pelas rosas, coloriram a minha tarde.

    Beijos com carinho no teu ♥ e obrigada por ter lido minha postagem sobre o outono.

    Se cuide e tenha um final de semana recheado de alegria.
    Te gosto muito.

    ResponderExcluir
  4. Adorei o poema também!

    Beijos e bom final de semana!

    ResponderExcluir
  5. Neruda escreve muito bem nao tinha mesmo como deixar passar...

    abração

    ResponderExcluir
  6. Olha, muito bom o texto poesia. Se a gente pensar como poesia é irreparável, se for analisado como texto, é a mensagem que devemos seguir todos os dias.
    Abçs

    ResponderExcluir
  7. Sempre ouço falar de Neruda, mas esse deve ser o primeiro texto dele que tenho contato. Muito bonito. Extremista, mas bonito XD.

    Beijos Edilson!

    ResponderExcluir
  8. Queridos:

    Carol - Seja muito bem vinda Carol e fico feliz que tenha curtido o blog.Venha sempre...linda semana...bjss.

    Athila - Obrigado,fico feliz que tenha gostado do texto, eu fiquei superemocionado quando o li.Linda semana...beijooo.

    Majoli - Viu, num falei que era melhor esperar?rsss.Linda semana...beijoooooo.

    Philip - Obrigado pelo comentário.Espero vê-lo mais por aqui.Linda semana...abraço grande.

    Três Egos - Que bom querido, que você também se identificou com o texto.Linda semana...beijooo.

    Marcos - Obrigado amigo,fico feliz que tenha gostado.Linda semana....abração tb.

    Lobo - Que legal que apreciou Neruda, fiquei apaixonado por este texto até pus em meu perfil do orkut...rs. Linda semana...beijooo.

    ResponderExcluir
  9. Neruda é mestre... adoro a sensibilidade que ele tem.

    ResponderExcluir
  10. É proibido proibir... hehe!
    Grato pela rosa!!!
    E bora ganhar a caneca da VJ? Hehe! Hugz!

    ResponderExcluir
  11. Te proibo de me eskecer entaum... hehe...
    Bjoo grandee
    =D

    ResponderExcluir
  12. Oi Edilson, tudo bem?
    Menino, lindíssimo, Pablo Neruda é sem comentários né? Tem cada texto perfeito, encantadores.
    Esse texto é assim único, é proibido não ser feliz. A gente sempre aprende a crescer com a dor, nos torna mais fortes.
    Um bjo
    :)

    ResponderExcluir
  13. Poxa, lindo texto. Se essas proibições fossem lei eu já estaria muito preso! É incrível a quantidade de erros que descobrimos olhando para trás, ou melhor, lições aprendidas, esse texto resgatou isso em mim. Foi bom. Bjos!

    ResponderExcluir
  14. Queridos:

    Mauri - Fiquei apaixonado por este texto, mas quero ler mais coisas dele.Bjão e linda semana.

    Vaca - Nuss q perguntas mais difícieis hein...nem vou me arriscar a tentar...hahahaha..bjss linda semana.

    Bia - Claro que não te esqueci, mas achei que você não estava postando...rs.Linda semana,vou lhe visitar ok?rsss...bjss.

    Dil - Fiquei superfeliz em vê-lo bem e com o look novo.Linda semana...bjsss.

    Renato - Que bom que você gostou e ainda conseguiu refletir sobre o texto.Às vezes precisamos parar e ler algo assim né?rsss...Linda semana...beijooo.

    ResponderExcluir
  15. É proibido proibir...e o mais inaceitável: é proibido passar pela vida sem ler Neruda.
    Mon chèr, penso que já te disse que gosto deste blog e não me canso. No mais a redundância é sempre enfática, espero que não penses tu que é por falta de palavras. De fato, ando sem tempo para ler tuas postagens constantemente, mas quando venho aqui, volto melhor...
    Obrigado pelas palavras lá no "mémoires".
    Grande abraço.

    ResponderExcluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.