11 de jun de 2010

365 DIAS DE AMOR

Dia 12 de junho celebramos no Brasil o Dia dos Namorados, que tem como objetivo principal a troca de presentes entre os pares e, automaticamente, aquecer o comércio (e não podemos negar que ele é o que mais fatura) nesta data. Não importa o presente, e sim a intenção de dá-lo, tampouco importa o valor, mas o carinho de ser lembrado. Todos os dias deveriam ser Dia das Mães, Pais, Avós, Filhos, Maridos, Esposas, Namorados; não deveríamos nos “lembrar” das pessoas somente em datas estipuladas, mas sim todos os dias, com nossas atitudes coerentes, carinho e amor.

Quem acompanha o blog desde o comecinho já percebeu que o tema “AMOR” é tópico presente em minhas postagens. Seja em poesias ou em textos, vira e mexe o cito. Realmente acredito que ele é a mola-mestra da vida, a mola-propulsora, capaz de desfazer guerras e curar vidas. Quando me refiro a esse sentimento, não o menciono só no sentido amoroso-sexual, porém em todas as formas possíveis de demonstrá-lo. A data do dia 12 de junho é apenas uma das formas de expressão desse sentimento. Acho superválida a ideia de presentearmos aqueles(as) que amamos; minha única ressalva é: jamais se esqueça de que temos outros 364 dias para celebrar o amor, a amizade e o carinho.

É maravilhoso receber um presente do ser amado, entretanto é melhor ainda quando desenvolvemos o diálogo, o respeito e a sabedoria dentro de uma relação. Presentes são nada mais do que símbolos, objetos criados para atender as convenções criadas pela sociedade consumista e capitalista. Seria hipocrisia dizer que desprezamos o carinho em forma de embrulhos, caixas, caixinhas e caixões... rs. Sentimos aquele frenesi, as mãos suadas e o coração batendo descompassado, os olhos parecendo que vão saltar de emoção ao abri-los, é simplesmente uma delícia saber que somos queridos, mas espero de verdade que possamos celebrar a vida todos os dias, todos os 365 dias.

Vejo tantos casais se formarem e terminarem. Pessoas que assumem relacionamentos precisam ter em mente que estão formalizando um compromisso. Não é apenas um envolvimento de 2 corpos, mas um comprometimento de 2 seres que buscam agregar um na vida do outro. O compartilhar de ideias e de sonhos faz a experiência do relacionar-se algo extremamente gratificante e prazeroso. Lamentavelmente, muitos ainda não conseguiram criar a real dimensão do prazer que é construir uma relação. Dizer que é fácil seria uma brincadeira de mau gosto — não é, e isto é fato. Quem disse que a vida seria fácil? Quem disse que a felicidade é algo a ser comprado como fast food? O que posso afirmar a vocês, meus queridos leitores, é que vale muito a pena dispensar energia em prol de um relacionamento afetivo, em prol de nós mesmos na busca do se conhecer.

Uma vez assisti a uma palestra do incrível psicanalista Flavio Gikovate no Café Filosófico, da TV Cultura, e uma frase dele nunca mais me saiu da cabeça: “Só é feliz com o outro quem é feliz consigo mesmo”. Esta frase talvez pareça clichê e boba, mas reflete de fato o que acredito: para ser feliz com alguém, antes de mais nada preciso me fazer feliz, preciso me bastar. Infelizmente, a nossa cultura ocidental, os pais, as escolas, os filmes, alguns livros, novelas, músicas e todas as outras formas de expressão artística tentam embutir o falso pensamento de que só conseguimos ser felizes por intermédio de outra pessoa (o que não é verdade).

Uma das coisas que mais escuto e me arrepia (diga-se de passagem, rs) é a ideia burra do “ele é minha metade / ela é minha metade”. Que horror isso... rs. Horrível proferirmos esta frase tão malpensada, tão malcalculada. Quem diz que o outro é sua outra metade está afirmando (muitas vezes, sem perceber) que se sente metade, e não alguém inteiro. Triste constatação sentir-me uma metade à espera de alguém com o privilégio de me completar. Tenho certeza de que é muito mais rica e prazerosa a constatação de ser inteiro e procurar alguém também inteiro que possa agregar valores e coisas bacanas em minha vida, não é mesmo?

Enfim, a discussão é longa acerca desse assunto, portanto, amigos, independente de estarem namorando ou não, casados ou não, desejo a todos que sejam sempre seus melhores amigos e namorados. A pessoa mais importante do mundo é você, ontem, hoje e sempre. Bjssssss e lindo fim de semana.

Texto: Edilson Cravo
Arte: Pierre Willemin, sobre imagens retiradas do Google

“Hoje o tempo voa, amor
Escorre pelas mãos
Mesmo sem se sentir
Que não há tempo que volte, amor
Vamos viver tudo o que há pra viver
Vamos nos permitir”

(Tempos Modernos – Lulu Santos)

23 comentários:

  1. "“Só é feliz com o outro quem é feliz consigo mesmo”"

    forte e verdadeiro isto

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  2. Bem... concordo com seu post! Sou contra esses dias comerciais, por isso até fiz um post contra esse dia dos namorados... rs... Ele traz mais dor pra quem se sente solitário do que alegria pra quem tá acompanhado...

    Realmente só pode estar bem num relacionamento quem consegue ficar bem sozinho consigo mesmo... rs

    E eu não sou uma mulher dividida ao meio... ahah.. Sou inteira, então não busco outra metade... rs... Mas se aparecer um companheiro legal é benvindo... rs

    Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Oi Edilson, tudo bem?
    Antes gostaria de me desculpar pela demora em responder, estive super atribulado esses dias e só comecei a responder ontem. Não estou fazendo pouco dos seus comentários viu? É falta de tempo mesmo q estou tendo por esses dias.
    Agora vamos ao comentários do post. Menino belíssimo, eu sou suspeito pra falar sobre o amor, eu sou eternamente apaixonado pela vida, pela pessoas. O amor em si me inspira muito, tantos os meus amores, quanto os amores alheios, rsrs
    Um bjo e novamente me desculpe.
    :)

    ResponderExcluir
  4. Queridos:

    Paulo - Pois é, eu sempre digo isso aos meus amigos...rs.Abraço grande e feliz dia dos namorados pra vc e Wan.

    Dama - Concordo com vc, mas nunca devemos deixar de acreditar no amor, sempre é tempo de recomeçar, basta termos fé e alegria no coração.Bjão.

    Dil - Que bom que curtiu a postagem queridão, fico extremamente satisfeito em saber que as pessoas se identificam com as coisas que escrevo.Abraço grande.

    ResponderExcluir
  5. Edilson, querido, perfeita a sua colocação. Também acredito nisso de que precisamos nos amar, ser inteiros para aí poder amar o outro, simplesmente sensacional o seu post. Gostei demais também sobre cuidarmos e prestarmos atenção no nosso amor pelos 365 dias.
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir
  6. Edilsonnnnn, já postei o meme, depois dê uma olhadinha lá no Rabiscos e diga o que achou, ok?

    Volto depois pra ler a tua postagem, panelas no fogo.

    Beijos meu querido.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Eu sempre reclamo dessas datas:-Ah essas datas foram inventados pro comércio lucrar!
    Mas pode me procurar nas vésperas dessas datas que lá estou eu em algum shopping comprando presentes...
    kkkkkkkkkkkkkk
    Mas falando sério, foram interessantes suas colocações ;)

    ResponderExcluir
  9. e todos temos um amor pra encontrar, afinal não existe vida sem amor

    beijooooooooooooos

    ResponderExcluir
  10. Realmente temos que manter a chama do amor o ano todo... a frase que você ouviu no café filosófico é bem parecida com o que eu sempre digo... a felicidade esta dentro de cada um... é muito egoísmo depositarmos nos outros a responsabilidade da nossa propria felicidade.

    Otimo texto e bastante reflexivo.

    Abçs

    ResponderExcluir
  11. Adorei a postagem. Dia dos namorados pra mim que não tenho é um dia pra pensar em mim. A frase que você colocou acima sobre ser feliz consigo mesmo é algo que eu preciso incorporar a minha realidade. Sim, eu preciso me bastar, eu preciso saber do meu valor. Nossa...como eu adoro este blog! Grande abraço.

    ResponderExcluir
  12. Oi Edilson, também gostei muito da postagem. Acho que vc está corretíssimo. Muitas pessoas se anulam em relações, colocam a outra pessoa em primeiro lugar, não existe essa entrega que deve ser mútua. Só acrescento que no meu caso, chamo de cara-metade não com a mesma conotação que você usou aqui, mas aquela pessoa que realmente tem uma relação bacana com a outra, aquela que deixa o relacionamento harmônico. Bem, vou nessa e obrigadão pela visita. Eu deveria ter aparecido por aqui antes, mas estava numa correria danada. Abração!

    ResponderExcluir
  13. Esqueçamos os presentes e vamos viver realmente o amor!

    PS: vou ficar puto se não ganhar NADA! ¬¬

    Abraçooo!

    ResponderExcluir
  14. "Só é feliz com o outro quem é feliz consigo mesmo."

    Poucas frases conseguem ser tão simples de entender, e tão complexas de se executar quanto esta...

    Um beijo Edilson!

    ResponderExcluir
  15. acho de uma "cafonagem" quem sai correndo atrás de namorado e não consegue ficar solteiro... típico de quem não sabe gostar de si mesmo...
    tsc

    =)

    ResponderExcluir
  16. Queridos:

    She - Que bom q vc curtiu o post. É bacana pra gente poder refletir o qto supervalorizamos os presentes e esquecemos da verdadeira essência do momento. Bjs

    Majoli - Jura? Que legal... rs. Vou lá ver, hein? bjs

    Rafa - Obrigado pelo carinho, volte sempre. Bjs

    Serginho - Na minha opinião, existe vida sem amor, sim, mas que deve ser um bocado chata... devemos no mínimo nos gostar. Abraço grande.

    Marcos - fico feliz que tenha apreciado o texto. Acho que precisamos nos conhecer melhor para nos aventurarmos a conhecer o outro. Obrigado pelo carinho de sempre. Abraços.

    J.M. - Puxa, querido, pra mim sempre é um prazer trazer um pouco de reflexão e alegria aos leitores. O sr., apesar de ser um sumido, sempre estimula o blog a melhorar. Feliz dia da felicidade pra vc, hoje e sempre! Abraço gde.

    Luís - Pra mim, sempre é um prazer receber pessoas interessantes e inteligentes que vêm só agregar coisas bacanas ao blog. A vida da gente é corrida, eu tbm fico dias sem visitar os amigos (não estressa -rs). Abraços

    Vanderson - hahahahahahhahahaha. Acho q a gente deve ficar puto de não receber afeto, compreensão e amor. Presentes são símbolos. Apenas foram criados para nutrir o comércio, o amor é mais q tudo isso. Abrços

    Lobo - Pois é, menino, é daquelas frases-bombas que simplesmente mudam e norteiam a nossa vida. São assimilações assim q nos tornam seres melhores. Abraço gde.

    K - K de quê? rs É Kaio? Acho uma agonia não saber quem é vc. rs. Não, falando sério, cafonagem na minha opinião é não buscar alguém bacana. É possível ser feliz sozinho, mas q uma companhia ajuda bastante a melhorar a vida, isso lá é verdade. Abraços.

    ResponderExcluir
  17. um dos melhores presentes que ganhei numa data dessas foi uma carta... :-) abs

    ResponderExcluir
  18. Querido Lucas, realmente certas sutilezas são bem mais significativas q grandes embrulhos envoltos de grandes ilusões. Hummmmmmm, fui longe agora hein? rs. Abraço

    ResponderExcluir
  19. Caro Edilson, minha primeira vez por aqui. Vim através do blogue do meu amigo Paulo Braccini, do "Enfim, É o que tem pra hoje".

    E com certeza não me arrependi! Maravilhoso texto. Eu também tinha feito um post sobre o dia dos namorados, e apenas mencionei a ideia que desenvolveste aqui, que amor é um sentimento para todos os 365 dias do ano. Tens toda a razão!

    E tu, como passaste o Dia dos Namorados?

    PS.: Lulu Santos! Muito fixe, conheço e admiro. "Tempos Modernos" é uma das muitas músicas de minha vida!

    Eu vejo um novo começo de era
    De gente fina, elegante sincera
    Com habilidade para dizer mais sim do que não
    Não, não...

    Abraços cordiais.

    ResponderExcluir
  20. Olá rapaz!
    =)
    Apesar de o dia dos namorados aqui ter sido já há bastante tempo, quero desejar-te um bom dia!
    =)

    Abraço

    ResponderExcluir
  21. Queridos:

    Hakime - Que bom que não se arrependeu de ter vindo aqui...rs..fico feliz em saber que as pessoas que por aqui passam acabam gostando e voltando sempre.Seja muito bemvindo e obrigado as palavras tão carinhosas.Passei bem o dia dos namorados sim, e vc?rs.Abraços.

    Rabisco - Obrigado, pra vc tb um excelente dia dos namorados atrasado...rs.Abraços.

    ResponderExcluir
  22. passando para deixar uma boa semana

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  23. tem q ser assim: "eu me amo e sou correspondido, a minha presença me laegra, qd eu chego é uma festa só" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk q aí todos querem estar ao nosso lado, pq primeiro nos amamos, mas deixando a resenha da frase de lado, pois k pra nós num precisamos ser tão narcisistas assim *-*

    ResponderExcluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.