5 de mai de 2011

IMPLACÁVEL VASSOURA...


Viver nos dá a exata consciência que tudo na vida é transitório e passageiro. As coisas boas chegam e vão embora assim como os episódios negativos. Nos damos conta da nossa insignificância ao vermos morrer ( seja de forma metafórica - a morte do amor romântico ou até mesmo de uma amizade que julgávamos "eterna") ou a morte propriamente dita e nada podermos fazer. Quem morre com certeza leva um pedaço de nós mas também deixa um pedaço de si em nossa existência. O tempo, sempre o tempo, implacável vassoura que vai levando consigo absolutamente tudo. Varre as lembranças, os momentos, vai varrendo de forma irremediável e muda. Talvez seja esse o momento de "varreção" a grande beleza da vida que nos desafia com seus mistérios e maravilhas e nos mostra com força total o tamanho de quem somos de fato. Impossível não pensar na inconstância, no perecível, no que foi e o que ainda virá e depois irá embora. Vamos aprendendo a nos construir mediante as intempéries, solavancos, sustos e delícias da vida a sermos pessoas melhores, mais justas e coerentes ( ou não).

Obs: Imagem retirada do Google Image.

11 comentários:

  1. Sempre bondoso. Sempre um charme.
    O bom das perdas, é que elas nos dá a possibilidade de uma nova conquista. E o ciclo da vida não para e nesse vai e vem sem fim, a vida se completa e se termina. Abraço

    ResponderExcluir
  2. Olá menino
    A vassoura do tempo é implacável. O tempo cura e abre novas feridas, e com elas vamos aprendendo e crescendo como seres humanos.
    Bjão

    ResponderExcluir
  3. Meu querido, essa implacável vassoura muitas vezes nos pega de surpresa.
    Varre sentimentos, nos leva por caminhos antes nunca percorridos, nos mostra verdades, mentiras, alegrias, tristezas e a gente vai se adaptando, tentando viver o melhor possível, pois nossa passagem por aqui é tão rápida que não podemos desperdiçar nenhum segundo.
    Aprender a discenir o bem do mal, é com certeza, fundamental.

    Beijos enormes pra ti.
    Tenha uma deliciosa noite.

    ResponderExcluir
  4. Eu acho que se a vida te dá uma vassoura... voe nela! Hahahahaha! Excelente tetxo, superhero! Hugz!

    ResponderExcluir
  5. Esta é a grande magia da vida ... o INSTANTE ... cada um deles tem a sua dimensão de eternidade ... temos q entender e vivenciar isto ...

    bjão ao amigo

    ResponderExcluir
  6. Também fiquei muito feliz com sua visita rsss. É esse seu recado fixo no post de comentários, não?
    Volte sempre. Será um prazer recebê-lo no digintimos.
    Ana Ribeiro

    ResponderExcluir
  7. Queridos:

    Paulo - Obrigado. Fico extremamente feliz que viver nos dá a exata consciência que é preciso melhorar sempre e sempre. Abraços e lindo fim de semana.

    Wanderley - Vamos aprendendo com as dificuldades e as delícias e isso é viver. Abraços e lindo fim de semana.

    Majoli - Obrigado minha amiga por palavras tão bonitas e assertivas. Vamos sempre aprendendo a conduzir nossas vidas pelos melhores caminhos possíveis para sermos mais felizes. Lindo fim de semana. Beijooooos.

    Fred - Você é terrível, sempre me faz rir..hahahahaha. Lindo fim de semana. Abraços my hero...rs.

    Paulo - Muito bem contextualizado o seu comentário. Tava com saudades do senhorito por aqui ( não me abandone mais, hein...rs.). Lindo fim de semana. Abraços afetuosos.

    Ana Ribeiro - Obrigada Ana, daqui pra frente só vou chamá-la de Ana, acho que esse sobrenome nos distancia um pouco...hahahaha. Beijooos e lindo fim de semana.
    Obs: Acho teu nome quase um poema de tão lindo...rs.

    ResponderExcluir
  8. Já havia visitado o seu blog antes, mas só agora resolvi comentar. Adoro a maneira como escreve,"pro alto", até a morte e a vassoura que nos leva a lembrança,aquilo que nos agarramos para termos a certeza que vivemos, muitas vezes,até essas duas em suas palavras desvelam a beleza da vida. Virei sua fã. Parabéns!
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  9. Deu de vassoura... vamos atualizar, né? Hugzzz!

    ResponderExcluir
  10. Quem se vai deixa um pedaço conosco, mas não gosto de pensar que quem fica leva um pedaço da gente. Sou demasiado negligente e mais malvado que gostaria para aguentar o fardo de ser responsável pelo rancor de outrem em morte.

    ResponderExcluir
  11. Queridos:


    Amor.com - Obrigado pelas palavras tão carinhosas fico feliz em saber que aprecia o blog. Pra mim é de suma importância saber que a opinião dos leitores. Beijoooos e volte sempre.

    Fred - kkkkkkkkkkkkkkkkk...vc é punk hein moço..hahahaha. Sempre causando...rs. Pode deixar já vou atualizar...rs. Abraços e linda semana.

    Lobo - São coisas da vida, coisas que acontecem né...precisamos estar prontos sempre pra tudo. Linda semana. Abraços.

    ResponderExcluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.