3 de out de 2012

INVADINDO EXISTÊNCIAS

 
Muito perto de mim
Encontro a paz e a dor
Perto de mim um grupo celebra a vida com champanhe
Do outro lado da rua uma mulher pede esmolas com uma criança pequena de colo
De repente a alegria pulsante e vibrante do celebrar se esvazia diante da dor do outro
As coisas passam a ficar bem incômodas dentro da minha consciência
A percepção da dor me possui e devasta a minha alma já tão combalida
Muito perto de mim um homem elegante passa apressado
Mais perto ainda está uma jovem vendendo suas flores com uma dignidade comovente
De repente parece que ela é a própria personificação da rosa
Olho pro lado e vejo um casal de semblante circunspecto
A mulher parece profundamente infeliz
O homem parece profundamente infeliz
E aquela bolha de descontentamento parece sufocar a ambos
Bem perto de mim um casal de velhinhos toma sorvete
A senhora elegante e sua echarpe verde
Enxuga o sorvete que escorreu no canto da boca de seu companheiro
Quantas vidas já viveram?
Quantas vidas já vivi?
Apenas observando e invadindo existências com meu olhar atento
Muitos não me convidaram para participar de suas vidas
Mas como expectador crônico do viver me permito a bisbilhotar o próximo
O amor se esconde dentro de uma poesia dentro de um livro de Pessoa da moça sentada logo ali
O amor se esconde dentro da pessoa de Pessoa
Vejo a redenção e perdição
O começo e o derradeiro fim
Caminho tateando as paredes daquele café e saio
Inebriado
Sufocado
Perplexo e mudo
Diante da força das coisas não ditas
Apenas sentidas nas entrelinhas do meu coração.
 
Obs: Imagem retirada do Google ( Magritte).

16 comentários:

  1. tenho medo da força das coisas não ditas e apenas sentidas ... #fato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bratz:

      Why???rs

      As coisas não ditas tem tanta força e são tão reveladoras...rs.

      Beijão, meu amigo.

      Excluir
  2. Por essas e outras que digo logo (quase) tudo de uma vez... hehehehe... MaGavilha, hero-inspirado-friend! Hugzões!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      Melhor dizer (quase) tudo mesmo hein...ahahahaha.

      Abraços, mysuperfofoherofriend...rs.

      Excluir
  3. Edilson,
    Muito bom seu blog. Gostei muito do que vi.
    Interessante, comunicativo e aderente.
    Belo trabalho.
    Sucesso sempre, foco contínuo.
    Forte abraço,
    agamenonplait.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agamenon Plait:

      Fico muito feliz com sua visita, seja muito bem-vindo. Venha sempre!

      Abraços.

      Excluir
  4. Só uma sensibilidade extrema, consegue ver e sentir o que vc nos descreveu. Você é especial meu querido. Suas palavras nos fazem viver o momento que vc vive.
    É realmente inebriante, a real vida bem observada.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Margot:

      Obrigado lindona, sempre gentil e carinhosa comigo. Minha sensibilidade ás vezes me custa e pago um alto preço por ela...pode ter certeza disso..rs.

      Beijos cheio de afeto.

      Excluir
  5. ai ai, eu fiquei pensando o tempo todo q ninguém invade minha existencia nunca...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foxx:

      Sabe minha opinião sobre isto...dramaqueen, hein...rs.

      Obs: Nem tudo é tão lindo, nem tão feio, podia ser pior...rs.

      Abraços, querido.

      Excluir
  6. Ri ALTO com teu comment sobre a Uma Pic 36... hahahahaha! Hugzone, my hero-funny-friend!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Imaginei que iria lhe arrancar boas risadas mesmo...hahahahaha.

      Abraços, mysuperdanadinhufriend.

      Excluir
  7. A cara da dupla Bratz/ Elian esse post... :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raphael:

      Jura???rss

      Abraços, querido.

      Excluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.