21 de nov de 2012

UMA MIGALHA DE ATENÇÃO


 
No meio da multidão
Nos encontramos e nos reconhecemos
Em nossas fragilidades, em nossas imperfeições
Na árdua tarefa de fazer diferença
Um mundo tão plastificado e hermético
Que propaga uma tal alegria forçada
Sorrisos forçados
Vidas forçadas
A fórceps, quebrando tudo
Derrubando pontes e muros
Vivemos tempos de desesperança
Descrença, fuga e solidão
Solidões acompanhadas
Mascaradas por avatares de perfeição
Simulações, engodo e invenções
Vivendo vidas alheias
De papel maché, de brinquedo
O natural é ser anti-natural
Peitos e bundas siliconadas
Sonhos vendidos por uma capa de revista
Uma migalha de atenção
10 minutos de fama
100 anos de solidão
Falta ser
Falta ser gente
Falta amor
Pão, água
Afetos desfeitos
Bonecos de gesso
Sem alma e sem essência
Falta o calor dos abraços sinceros
Do acolhimento da dor do outro
Da atenção redobrada em tempos de estiagem
Falta a presença
De ser
De estar
Presente em carne e osso
Da delicadeza de olhares mudos
Do contato real
Nas grandes ausências me reencontro
 
Obs: Dedico esta poesia ao meu amigo querido e amado Braccini (Bratz) que tenha sempre fé na vida e no amor que nutrimos por você.

12 comentários:

  1. ser reconhecido na multidão por uma pessoa apenas: um sonho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foxx:

      A vida também é feita de sonhos, meu querido...rs.

      Abraços.

      Excluir
  2. Querido! O q vou dizer a vc aqui e agora! Só mesmo o meu MUITO OBRIGADO ... imprimi e coloquei no meu criado viu? ... leio e releio ...

    bjão amigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bratz:

      Meu amigo, você merece isto e muito mais, não tem nada que agradecer. Obrigado á você por ser este ser humano lindo e especial que és.

      Beijos e melhoras.

      Excluir
  3. Muito bonito e inspirador :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frederico:

      Fico muito feliz com o carinho de todos vocês.

      Abraços, querido.

      Excluir
  4. Com quem a gente precisa dormir pra conseguir "post dedicado" neste blog?!?!? Hahahahahahaha! Lindo, hero-friend! Braccinão é nosso rei! Salve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Você é hilárioooo..rs

      Tendo em vista que sou eu quem escrevo as postagens, acho que sabe com quem terá que ir pra bed, né? hahahahaha.

      Abraços, mysuperherofriend.

      Bratz é nosso rei.

      Excluir
  5. SENSACIONAL! É apenas isso que precisamos opara sermos plenamente livres e felizes, por mais que muitos digam que a plenitude não exista.

    PARABÉNS querido! bjoxxxxxxx no coração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diogo:

      Obrigado querido, fico muito feliz que tenha apreciado a poesia.

      Abraços e volte mais hein...rs.

      Excluir
  6. Respostas
    1. Railer:

      Grato pelo carinho de sempre.

      Abraços, querido.

      Excluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.