8 de fev de 2013

AMOR FAST-FOOD???




Em tempos de internet questiono o que andam fazendo com os sentimentos das pessoas de maneira geral. Começam e terminam historias pela internet, trocam o parceiro por outro pela internet, alguns expõem seus corpos em um bolsão de apostas para ver quem vai levar “o corpo” pra cama, leiloam virgindades, mostram todos os centímetros do corpo sem esquecer de nenhuma parte, acabando de uma vez por todas com qualquer chance de romantismo e conquista.

Em contrapartida reclamam da falta de amor, de consistência nas relações, da falta de respeito, da falta de carinho, mas as atitudes também não tem sido muito bem refletidas, não é mesmo? O amor acaba esquecido e deixado em terceiro plano porque a maioria das pessoas querem mesmo é cair na farra, transar por aí fora, pulando de cama em cama, sem criar vínculos, sem estabelecer historias.


 Vai chegar um tempo que pessoas que buscam por relacionamento sério, tipo namoro, noivado e casamento serão extintas do planeta (bem talvez isto seja um pouco de exagero) mas não menos exagerado do que a falta de pano de alguns vestidos das periguetes...rs


 O mundo que vejo nas redes sociais de maneira geral me dá a falsa ideia de que todos são “aparentemente” felizes, ricos, bronzeados, sarados, vivem em festas, sempre com alguma caipirinha ou cerveja nas mãos, entre amigos, e parece que não estão dando muita bola se tem ou não um relacionamento sério de fato, não é mesmo?

Imagens retiradas do Google.

DOMINGO TEM A CONTINUAÇÃO DE "FARSANTES".

Beijos e um excelente carnaval a todos.

18 comentários:

  1. um verdadeiro fast-food mesmo querido ... enfim é assim hoje ... tadinho deles ...

    bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bratz:

      Algumas pessoas deixam de aproveitar o melhor da vida, de construir algo bonito com alguém...lastimável.

      Beijo querido.

      Excluir
  2. Sei lá como sempre digo, eu vejo tanta gente como eu e como vc que quer algo sério, etão nos existimos, mas onde estamos que não nos encontramos ehehehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frederico:

      Uns vivem sem saber ao certo que rumo dar a vida deles, eu acho que viver com amor é muito melhor...rs.

      Abraços querido.

      Excluir
  3. Isso é uma grande farsa. Pessoas vazias. Dignas de pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raphael:

      Não gosto de julgar as vontades e necessidades de cada um, mas acho que viver é bem mais que isto, né?rs

      Abraços querido.

      Excluir
  4. Ah, mas eu participaria do leilão do boy da foto...kkkkk

    #contraditorio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raphael:

      Qual seria seu lance? kkkkkkkkkkkkkk

      Abraços menino constraditório..rs

      Excluir
  5. bem, eu como vejo isso do lado de fora, eu vejo a maior parte das pessoas sempre namorando viu? tudo bem que são relacionamentos curtos, mas relacionamentos curtos tb tem suas vantagens não? vc tb aprende e ama. pior é não ter amor nenhum, nem fast.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foxx:

      Tem este outro lado da moeda também...rs

      Abraços querido.

      Excluir
  6. Tipo, cara... Não podemos tomar uma rede social como referencia. Na rede social só aparece a parte boa, ninguém qur compartilhar um fracasso, ou uma tristeza. As pessoas querem sempre passar a imagem de que estão bem...
    Não existe amor fast-food. O que existe é a ausencia do amor. As pessoas hoje em dia se gostam mais e se amam menos. O amor de verdade é mais difícil de achar. E vc ama uma pessoa real, não um perfil de rede social.
    E quanto a banalização do sexo, juro pra você, acho isso uma vantagem. O problema é que para ser uma vantagem, a pessoa tem que ter a mente aberta, e também tem que saber separar amor de sexo... Né verdade?

    Um beijo, rapaz... até

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julio:

      Na verdade o título da postagem já foi pensado com a ideia de suscitar a discussão mesmo e acho que isto é o válido, analisarmos se existe ou não relações fast food e cada dia que passa mais me certifico que sim, que elas vem acompanhadas de alguns ingredientes e faltando o amor, o principal.

      Abraços querido.

      Excluir
  7. Sinto mesmo e acho que todos que viveram em época antes da internet convivem com essa transformação social que ela causou e sentem um pouco de falta de como era antes. Antes tinha muito mais contato físico e possibilidades reais. As pessoas quando queriam conhecer alguém, saiam de casa. Agora elas ficam em frente a tela do computador, principalmente essa geração de vinte anos, que já cresceu dentro da internet.

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dama:

      Sentimos o mesmo então minha amiga, porque eu sinto exatamente desta forma. Antigamente as pessoas eram obrigadas a se relacionar, tinham esta coisa do encontro, do olhar, da troca de vivências, hoje ficou tudo hiper virtual e os relacionamentos reais estão cada dia mais banalizados e vazios.

      Beijos querida.

      Excluir
  8. Edilson eu sou dessa classe em extinção: romanticos. Parabéns pela reflexão.

    ResponderExcluir
  9. Fabio:

    Somos, querido, somos..rs

    Românticos unidos jamais serão vencidos...rs

    Linda semana. Abraços querido.

    ResponderExcluir
  10. estou solteiro faz tempo e sinto justamente isso que você colocou. a rapidez das coisas na internet parece que está passando para o nosso dia a dia e tudo está ficando muito banal.
    mas eu acredito que existem aqueles que pensam diferente e aí está a esperança de que algo melhor pode surgir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Railer:

      A esperança é o que nos mantém confiantes em dias melhores. Não podemos perdê-la jamais...rs

      Abraços querido e grato pelo carinho em sempre vir aqui.

      Excluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.