27 de ago de 2013

ENTRE O SILÊNCIO E O FURACÃO



O tempo das coisas é muito relativo, algumas passagens da vida ficam eternizadas em mim e nem sei explicar o por quê exatamente. Talvez seja porque fui tão inteiro e tão entregue que estes momentos tornaram extensão de tudo que sou hoje. Não quero me esquecer de tudo que vivi, os momentos bons eu faço questão de revisitá-los, estão impregnados em minha historia, em minha trajetória. Os ruins também conservo salvos em algum lugar do coração porque eles me ensinam a sempre me lembrar dos erros cometidos e tentar evitá-los novamente. Sou um misto de sensações e percepções. Sou um tanto de saudade, misturada com alegria, com nostalgia, com milhões de imagens tatuadas no meu cérebro de maneira irreversível e mágica. Lembro dos passeios no parque, das promessas de uma vida amorosa eterna, lembro do gosto do café depois do sexo feito de maneira visceral, lembro do cheiro do teu perfume ainda grudado em minha pele mesmo depois daquela chuva absurda em um agosto qualquer.

Sou uma grande dose de otimismo misturada com desasossego. Sempre que estou distraído sou acometido por uma alegria constrangedora e feroz, em outros momentos me pego melancólico e algumas lágrimas inesperadas brotam dos olhos molhando o meu rosto que guarda marcas de tudo que vivi até aqui. Me reinvento a cada despedida, surgem novos sóis depois de grandes tempestades. Entre um silêncio e outro vem o furacão, mas depois uma paz avassaladora toma conta de tudo, invade e me mostra a transitoriedade dos acontecimentos. Sou cíclico,lunar, oras montanha-russa, ora um domingo ensolarado deitado em uma rede em alguma praia qualquer. Me descubro, me pinto, me fantasio, sou pierrot, sou a farsa, sou a risada escancarada, sou apenas o menino frágil e pequenino, sou a poesia torta que me desperta ás 5 da manhã.

Sinto que a maturidade tardia trouxe um aguçamento das sensações. Escuto com mais atenção aquela bela canção que fala de um amor desfeito, provo uma massa sentindo seus aromas e mistérios, degusto aquele vinho chileno da promoção com a delicadeza de quem quer sorver o melhor da vinha, da uva, da vida. Sinto que o passar dos anos aguça a vontade de ser feliz ou pelo menos enxergar as verdades que se escondem nas vâs filosofias.

Tão bom viver e perceber as entrelinhas do mundo, as sutilezas que ninguém vê e ninguém tenta vender em algum comercial patético no intervalo da novela das 9.

Linda semana meus amigos queridos e amados. Beijos na alma de cada um.

Obs: Foto acervo pessoal.

18 comentários:

  1. Somos dois assim dominados pelas inquietudes da vida ... q bom sermos assim, e pelo menos acho assim ... definitivamente isto é fruto de um bom amadurecimento ...

    beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bratz:

      Inquietude acho que é meu sobrenome..hahahaha.

      Beijo meu amigo querido.

      Excluir
  2. Respostas
    1. Fabio:

      Grato querido por sua visita sempre tão estimada.

      Beijo querido.

      Excluir
  3. Atualmente vivo dentro de um furação, mas espero em breve poder desfrutar com calma as pequenas coisas da vida :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frederico:

      Que bons ventos o trazem seu sumido???rss

      Precisamos passar por momentos de tormentas pra depois aceitarmos a calmaria.

      Beijo e bom retorno.

      Excluir
  4. Sou uma pessoa muito inquieta diante do sentido da vida, nesse ponto minha mente é uma montanha russa. Mas em relação ao cotidiano e aos relacionamentos sou bem realista, nada romântica e bem prática. Às vezes isso me ajuda no sentido de proteger meus sentimentos, mas muitas vezes sou dura demais com as pessoas e até comigo mesma.

    É bom ter esse brisa de encantamento diante da vida que você passa no seu texto, tente preservar isso ao máximo.

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dama:

      Acho que o mais importante em nossas vidas é descobrirmos o meio-termo, nem tanto ao mar e nem tanto a terra, o equilíbrio dos sentimentos e a maneira como nos harmonizamos com as diversas sensações experimentadas ao longo de nossas vidas.

      Beijo querida e grato pelo carinho de sempre.

      Excluir
  5. Vinho chileno, mas com pesto... né? Rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Douglas:

      Com pesto é mais gostoso, né?rss

      Beijo meu amigo querido.

      Excluir
  6. excelente reflexão! obrigado por dividir conosco sentimentos tão legais! todos crescem com as experiências e vivencias dos outros!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Homossexual e Pai:

      Fico feliz em saber que as coisas que escrevo aqui no Lua encontram reverberância no coração de muitos leitores.

      Abraços querido.

      Excluir
  7. deve ser bom mesmo essas entrelinhas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foxx:

      São boas sim querido, são boas sim.

      Beijo.

      Excluir
  8. E tem gente que leva uma vida acreditando que a vida é comercial de margarina. Afffe. Prefiro os de tequila. Hahahaha! Show, hero-abercrombiezado-friend!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      Ai Gsus o que comentar???rs Teadorooo..hahahaha.

      Abraços, mysuperfunnyherofriend.

      Excluir
  9. pode-se ensinar os olhos a perceberem essas coisas, esses detalhes que passam despercebidos pra maioria. vale a pena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Railer:

      Não é mesmo?rss

      Abraços querido e grato pelo carinho de sempre.

      Excluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.