9 de dez de 2009

PALAVRAS MUDAS

Bastou apenas aquele olhar
Aquele leve inclinar de cabeça
A forma como tragou o cigarro
Para saber que o “para sempre” havia acabado
A chuva insistia em cair fina e triste
A neblina teimava em nos cegar
O que seria de mim?
O que seria de você?
Ainda bem que temos nossos próprios botes
Sou minha tábua de salvação
Nossos sonhos...sepultados no silêncio das intenções
Fomos tão cúmplices
Hoje, 2 estranhos se olham e não mais se reconhecem
Tantas juras em vão
Para ver o amor acabar assim
Triste, frio e chuvoso
O que apenas restou
Foram as lembranças de dois jovens cheios de vida
Hoje vazios e sozinhos por dentro
Solidão consentida
Amanhã mando alguém a noss..opss..a sua casa
Agora não me resta mais nada
Apenas palavras mudas
Sonhos desfeitos
A poeira da estrada
A incerteza depois daquela esquina
O desejo de me manter vivo apesar de estar morto.

(Edilson Cravo)

9 comentários:

  1. Já passei por issu, e o vazio foi de um tamanho incalculável, que até hoje tenho pesadelos.
    Mas tudo passa, e um novo dia com um novo sol há de iluminar sua vida...

    Abraços.
    DAND.

    ResponderExcluir
  2. Querido Dan:

    Não estou passando por isso não, foi apenas uma expressão literária...rs. Tô super feliz e tranquilo, na verdade a intenção foi apenas de viver uma personagem. Adoro sair de mim e me ohar de fora, um outro prisma entende?rs Bjão querido e obrigado a visita.

    ResponderExcluir
  3. Lindo o post.
    Sei bem o que é isso.
    Ainda bem que foi só uma expressão literária para vc.
    =D

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Querida Flávia:

    Estou feliz com sua visita Flavih, espero que me visite mais vezes hein....rs. Bjão e linda semana.

    ResponderExcluir
  5. Muito bonito e intenso! :)

    Obrigada pela visita ;)

    ResponderExcluir
  6. Querida Purple Petunias:


    Que bacana que curtiu. Faço desse espaço um lugar pra reunir pessoas e trocar idéias. Lindo fim de semana e me visite sempre, porque sempre tô indo lá no teu cantinho tb...rs Bjão.

    ResponderExcluir
  7. Caro Edilson,
    Que maravilha de postagem, gosto da forma com que escreve, de fácil compreensão, de sentimento sutil e forte, fas muito meu gênero e meu gosto pessoal.
    Parabéns pela beleza da simplicidade com que trasformas as palavras em uma obra muito bonita.

    Obrigado mais uma vez pelas gentis e educadas palavras em meu blog, que espera recebê-lo outras vezes.
    Beijo no coração :D

    ResponderExcluir
  8. Amigo,
    As vezes é preciso aprender caminhar apesar das circusntacias da estrada e de nosso coração. Aprender é sempre preciso.
    Amigo obrigado pela presença sempre carinhosa.
    Bju Jay

    ResponderExcluir
  9. Querido Eric, Jay e Alê:

    Puxa, que alegria receber comentários tão carinhosos e expressivos. Pessoas como vocês são um incentivo para que possa continuar escrevendo minhas coisas. Aprecio bastante seus blogs também. Este espaço surgiu da necessidade de estreitar vínculos e trocar idéias e fico muito grato por estar atingindo meu objetivo...lindo fim de semana..bjsss.

    ResponderExcluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.