17 de mar de 2010

SEM LIMITES


Impossível descrever
O indescritível prazer
De escrever estórias de ser fingidor
Escrevendo eu sonho
O sonho me faz melhor
Melhor consigo arrancar meus pés do chão
Consigo ser cão,gato,lua,flores e pedras
Viajo nas asas da imaginação
Pego carona na emoção
Invento canções
Amores possíveis ou não
Sou criança,velho
O sim ou o não
E até a interrogação
Sou a chuva fina que cai serena e limpa
Limpa e sacia os homens de sede
Sou a lua solene singela sobre a janela
O céu dos apaixonados
A lágrima oportunista no fim daquele filme
Me visto para um baile sem par
Entrego poesias em vão
Brigo com um leão
Sou o amante dos amantes
Estrela de rock
Poeta errante
O pote vazio no chão
A rua,o mar, as pedras dos cais
O navio partindo
Cartas de amor
Juras eternas
O passarinho cantando no meio da guerra
A vontade sincera de poesiar.

"Dia 14 de março foi comemorado o Dia Nacional da Poesia e
dia 21 de março será comemorado o Dia Mundial da Poesia"

(Resolvi prestar minha singela homenagem)

(Edilson Cravo)
Obs: Imagem extraída do Google Imagens

13 comentários:

  1. Imagino se uma pessoa que escreve essa poesia dorme bem. Não me entenda mal. Algo me diz que a sua posição na cama não é confortável e que você se mexe muito durante o sono. Impressão que eu tive.

    Kisses!

    ResponderExcluir
  2. o viver exige um constante reinventar-se, e este processo passa necessariamente pela emoção e pelo sentimento traduzidos neste poema homenagem ... parabéns querido ...

    estive fora por alguns dias passeando de férias, daí a minha ausência nos coments e nas visitas aos amigos ... mas enfim ... já estou de volta ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  3. Adoro gente assim... inspirada... hehe!
    Ótimo fds, man! Hugz!

    ResponderExcluir
  4. Querido Guy: Adorei o teu tom provocador(adoro contestação,a unanimidade além de burra me cansa...rs).Bem na verdade me mexo um pouco na cama sim, mas sempre tô bem acompanhado...rs. Na verdade qualquer pessoa que vive no mundo de hoje, vive desasossegado e acredito que este sinal é que estamos vivos e que não podemos ficar imunes as sensações e emoçôes da vida.Adorei teu blog, vou te linkar.Lindo fim de semana....abs grande rapaz.

    ResponderExcluir
  5. Querido Paulo e Vaca:

    Que delíia sempre tê-los por aqui, pra mim é um enorme prazer que avaliem meu modesto(mas limpinho...rs)trabalho.Obrigado as palavras sempre tão carinhosas e positivas. Lindo fim de semana...beijão.

    ResponderExcluir
  6. comi algumas letrinhas....rs

    ResponderExcluir
  7. Que linda, intensa realmente, adorei seu poema!!! Muito obrigado pela visita e pelo carinho!!! Bom findii, bjao!

    ResponderExcluir
  8. Que se possa sonhar isso é o que conta (Caio F.)
    Parabéns pela sensibilidade ^^
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Onde mais poderíamos ser tantas coisas ao mesmo tempo?

    Acho que por isso que escrever dá uma sensação tão boa. De poder ser o que você quiser por um momento XD.

    Beijos Edilson!

    ResponderExcluir
  10. Edilson, é bom que haja um dia dedicado à poesia. A vida deve ser vista com poesia, para valer a pena. Bom e poético findissemana. Abs.

    http://quasepoema.zip.net

    ResponderExcluir
  11. Queridos Renato,Lilian,Lobo e Guto:

    Obrigado o carinho de vocês.Fico extremamente satisfeito de saber que apreciam as coisas que escrevo.Nada mais gratificante para quem escreve.Lindo fim de semana a todos que aqui vem.Bjão.

    ResponderExcluir
  12. Poisé, escrever tem dessas coisas mesmo. Faz a gente voar baixo.
    Gosto do seu estilo, Edilson. É denso porém significativo, gosto disso.

    Ah, eu peço desculpas por ter passado pouco aqui nos últimos tempos... A vida anda tão louca! XDD

    E hoje é o grande dia, 21. né?
    Um domingo incrível procê, cara.

    ResponderExcluir
  13. Já gostei mais de poemas, mas não gosto de seguir regras, escrevendo de forma corrida me sinto mais livre, mas inteiro. Estilos =D Ótima semana! Bjs

    ResponderExcluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.