30 de out de 2010

A TRANSFORMAÇÃO TEM QUE VIR DE VOCÊ

Sempre ouço muitas pessoas dizendo que se sentem magoadas por isso ou por aquilo e me pergunto: “O que as faz sempre repetirem os mesmos processos destrutivos?” Fico impressionado em perceber que muitos reclamam mas pouco (ou quase nada) fazem para transformarem situações que geram infelicidade e frustração. Conheço uma pá de gente que sempre tem aquele discurso derrotista, que a vida não foi boa para mim, que não me sinto amada, que não sinto que sou importante, que não sou valorizada, que isso e que aquilo e sempre digo a mesma coisa a todos: “Primeiro harmonize-se, encontre a sua paz e sua verdade para depois poder se relacionar com o seu próximo”. Como alguém que sempre está esperando que as mudanças venham de fatores externos (se na verdade a grande mudança tem que partir de dentro dela mesma), pode ser feliz? Vejo que é crescente o número de pessoas frustradas e infelizes porque acreditaram e depositaram a felicidade nas mãos de alguém. Mas quem é responsável por minha felicidade ou infelicidade sou eu mesmo. Sou fruto das minhas escolhas. Não adianta achar que você é um coitadinho, sofrido e injustiçado se não levanta e começa a arrumar a sua bagunça interna. Tem horas que é preciso fazer uma “faxinona” na alma para arrumar o que está em desacerto. O que talvez engrosse mais a lista dos infelizes é que o mundo está bastante egoísta, competitivo e imediatista, mas nem por isso você deve disistir de tentar. Tentar ser melhor implica em trabalho. Bastante trabalho. Vivemos em uma era que a depressão, psicotrópicos e drogas imperam pois o Homem mais uma vez busca nos fatores externos a tal da realização. O ter sobrepuja o ser. A sociedade brutaliza o Homem e o Homem a acaba brutalizando. Chega a ser antropofágico. Buscar a evolução é importante, aprender, crescer e traçar metas para ser feliz, mas infelizmente a sociedade procura a mudança na maioria das vezes na matéria e esquece da essência. Talvez o primeiro grande passo em direção a transformação seja ter humildade. Humildade para aceitar-se, aceitar o outro e buscar com os erros o aprendizado. Todos erramos na vida. O perdão não dado, a culpa não resolvida, a falta de atenção com as pessoas que nos cercam, a escassez de amor, a frieza de lidar com nosso semelhante vão dia após dia deixando o Homem mais doente e infeliz. Exercitar a humildade talvez seja o caminho mais rápido para quem deseja encontrar a felicidade. Quantas pessoas que tem posses, tem um padrão de vida altíssimo e humildade zero? Tratam empregados, garçons qualquer um que o esteja servindo, como se fossem bichos, como se fossem seres menores apenas por estarem em uma condição de atendentes? Aquela mulher ou aquele homem tem família, tem obrigações e está ali porque precisa levar o sustento para casa. Acho o fim da picada quando vejo determinadas pessoas tratando atendentes com desdém e pouco caso.
Não acredito verdadeiramente que a felicidade venha de forma fácil, rápida e indolor. Não mesmo. A tal “felicidade” vem da minha busca incessante em ser bom, em ser melhor, em evoluir. A prioridade deve sempre ser você, mas nunca esquecer-se do outro. Não esquecer-se que ali do lado tem alguém precisando talvez de um sorriso, de um abraço, de uma palavra confortadora. O sorriso sincero tem a capacidade de gerar um bem estar verdadeiro a quem dá e a quem recebe. È contagioso, o bom humor é contagioso. Tem coisa pior que gente que só fica emburrada e de cara feia de mal com a vida no ambiente de trabalho? Parece que tem raiva da vida e do mundo. Percebo com tristeza profunda que muitos estão perdendo o hábito de se cumprimentar. “BOM DIA” ,“OBRIGADO” “POR FAVOR” está em extinção. Temo o dia que as palavras sumirão do dicionário. Talvez as civilizações futuras se questionam a respeito de tais palavras. Se de fato desejarmos encontrar a transformação efetiva será preciso repensarmos posturas, porque se o nosso mundo interior estiver em desordem é um forte indício de algo vai muito errado. Acabamos sendo reflexo do mundo externo e nosso maior tarefa é organizarmos o nosso mundo interior para que encontremos a verdadeira paz, o equilíbrio, aquele momento que total conectividade com o amor de Deus. A transformação tem que vir de você e de ninguém mais, porque quando eu mudo, eu mudo tudo em volta e você mudando conseguirá mudar o que também está em volta de você. Uma reação em cadeia, visando enfim, a grande alegria de viver mais e melhor.

LINDO FIM DE SEMANA A TODOS.

Fotos extraídas do Google Imagens.

7 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. com saúde a gente pode tudo então reclamar porque?
    e educação é bom e todo mundo gosta né? mas as pessoas esqueceram isso!
    triste mundo o que vivemos!

    abração e beijão

    ps: adoro vir aqui e adoro quando vc vai lá no meu blog queridão. volte sempre

    ResponderExcluir
  3. Concordo sempre. Já dizia a Eleanor Roosevelt 'ninguém te poderá fazer infeliz sem o teu próprio consentimento.'

    Obrigada pela visita, comentário e follow ao Poesia Torta. Fico feliz que tenha gostado dos poemas e espero vê-lo novamente lá por aquelas bandas.

    Beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  4. Passo para retribuir a visita e acredito também que depositamos muito responsabilidade sobre o outro, quando a mesma é única e exclusivamente nossa!
    Nós buscamos nossa felicidade e ao longo do caminho devemos deixar para trás o que não nos faz mais feliz.
    Quanto a iniciativa do livro, que bom que gostou e fique à vontade para participar, no dia 08/11.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  5. Queridos:

    Serginho - Para mim é uma grande alegria receber a visita de pessoas tão carinhosas como você. Lindo fim de semana meu queridíssimo amigo Serginho.

    Kenia - Com certeza irei visitá-la muitas vezes ainda se Deus quiser. Lindo fim de semana. Beijooo.

    Isadora - A gente acaba transferindo para o outro a nossa felicidade ou infelicidade, quando de fato cabe a cada um de nós buscarmos mecanismos para encontrá-la. Beijooo e obrigado por retribuir a visita.

    ResponderExcluir
  6. Concordo totalmente!
    A felicidade vem de dentro e não de um fator ou pessoa externa!
    Eu acredito mesmo nisso!
    Arrasou no texto!
    Abraçoooo!

    ResponderExcluir
  7. Querido Vanderson:

    Obrigado pelo carinho. Fico extremamente feliz que tenha curtido o post. Abraços e linda semana.

    ResponderExcluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.