18 de fev de 2011

PRESUNÇÃO


Em uma galeria de arte um casal discute em frente a uma tela

Henrique: Consegue captar toda a beleza deste quadro, Leninha?
Lena: Captar o quê??? Rs
Henrique: Não sente toda a angústia da artista nesta expressiva demonstração de desespero?
Lena: Ai na boa, Rique, a única coisa que vejo é um borrão preto, achei horrível.  Jamais teria um troço desses em casa...rs.
Henrique: Acho lamentável que você não consiga ver a profundidade de Erikka Futtsberg, ela é genial.
Lena: Sinceramente, não consigo gostar disso, desculpe se sou ignorante e não estou a sua altura...
Henrique: Lá vem você com seus complexos, por essas e outras que acho que não devia ter abandonado a terapia...
Lena: Ah, mas essa é boa! Agora você tá me chamando de louca? Sou louca, Rique? Eu não gostei desta bosta de quadro, e agora sou uma louca, desequilibrada?
Henrique: Só acho que deveria abrir sua mente e viajar na proposta da artista.
Lena: Confesse, você me acha uma mulherzinha burra e estúpida, não é mesmo? ( e começa a chorar)
Henrique: Apenas a acho um pouquinho limitada em alguns momentos.
Lena: Você não me ama mais, é isto?
Henrique: Não, não é isso, por favor, não é nada disso, não distorça as coisas, meu amor...
Lena: Então você tem outra,né?
Henrique: Você está neurótica, Leninha. Eu mal tenho tempo pra você...
Lena: Você não tem tempo pra mim porque deve estar com a outra nesta hora.
Henrique: De onde você tira estas conclusões absurdas?
Lena: A verdade é que sou burra e estou gorda, não é isto? Mas eu posso fazer um regime, eu tô gorda, não é isto?
Henrique: Não Lena, você está ótima, não se preocupe...

Neste instante, o casal é abordado por uma morena muito bonita vestindo um elegante tailleur e com uma plaquinha de identificação junto ao pescoço.

Recepcionista: Boa tarde, senhores, nossa galeria ficaria profundamente feliz se o adorável casal pudesse deixar uma mensagem para a artista baiana Erikka Futtsberg no nosso quadro negro.

O casal entreolha-se entre risos e diz em uníssono: “Claro, sem dúvida”.

5 comentários:

  1. Olá menino
    O pior que essa cena é mais comum , do que podemos imaginar. A insegurança de um, pode atrapalhar uma relação que poderia dar certo. Adorei o texto.
    Bjão

    ResponderExcluir
  2. para mim o mais louco é alguém ir a um local onde alguma coisa boa deveria ser sorvida e se perderem em uma DR ... não tenho o menor saco para DR ... rs

    muito bom o texto ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  3. louco é quem acha que arte tem que ter um porquê... viajaram tanto e era apenas um quadro de recados.

    ser humano é complicado mesmo! rsrs

    bjs, querido

    ResponderExcluir
  4. Eu sou um que não consigo ver nada em arte. Meu poder de abstração é fraquíssimo XD

    Beijo Edilson!

    ResponderExcluir
  5. Queridos:

    Wanderley - As pessoas andam tão piradas que momentos q deveriam ser bons acabam virando verdadeiros dramas..rs. Obrigado pelo teu carinho de sempre. Abraços e lindo fim de semana.

    Paulo - Pior né? E como tem gente afim de DR o tempo todo. Acho q o diálogo só é válido qdo estamos mtoooo afim de resolver algo do contrário...cansaaaaa...hahahahaha. Lindo fim de semana. Abraços.

    Fernand's - Gata, cheguei a uma triste conclusão: "o que mais tem é gente doida"...hahahahaha. Lindo fim de semana. Beijooo.

    Lobo - A arte é algo mto subjetivo né, é uma abstração mtas vezes. Lindo fim de semana.
    Obs: Bom tê-lo por aqui. Abraços.

    ResponderExcluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.