9 de dez de 2012

CONTO: FARSANTES (PARTE 5)


Augusto – Não, já estou um pouco melhor, talvez tenha sido uma vertigem. Peça á copeira que me sirva um café forte e sem açúcar.
Clarice –  Claro, Dr.Augusto, a mandarei a seu escritório. A propósito, como estava lhe dizendo o jovem deixou um envelope comigo e o deixei junto a sua correspondência está em cima de sua mesa.

Augusto – Grato, Clarice.

Augusto ao entrar no escritório se depara com a montanha corriqueira de documentos e correspondências em sua mesa, mas ávido procura o envelope de Lucas que está no topo dos outros. Abre o envelope e lê a seguinte mensagem:
Estive pela redondeza e resolvi fazer uma visitinha ao meu amigão, voltarei para conversarmos um assunto do seu interesse.

Neste instante Augusto sente um ódio crescente lhe subir a face, amassa o bilhete com força até sua mão ficar vermelha e vocifera:

Maldito verme insignificante
A manhã transcorre sem grandes acontecimentos, depois do almoço Augusto e Sampaio se despedem, pois Sampaio tem um encontro com empresários da ramo da borracha e Augusto segue sozinho para o escritório e ao chegar recebe de sua secretária a notícia que o tal jovem do dia anterior está na ante-sala o aguardando. Augusto fica visivelmente embaraçado com a notícia, mas consegue dar um sorriso metálico para o jovem.

Augusto – D.Clarice, gostaria de não ser interrompido pois tratarei assuntos de negócios.
Clarice – Perfeito, senhor.

Dirigindo-se ao jovem Augusto diz: queira me acompanhar até meu escritório.
Já dentro da sala...

Augusto – O que deseja?

Lucas – Bom dia,Dr. Augusto...rs que escritório mais chique, hein? Coisa fina mesmo, o dinheiro faz milagres...rs
Augusto – Como já deve ter percebido sou um homem muito ocupado e não tenho tempo a perder, vamos direto ao assunto?

Lucas – Nossa quanto nervosismo hein...rs você tava tão mansinho da outra vez... (e solta uma gargalhada)
Augusto – Se você não tem mais nada a dizer eu preciso dispensá-lo ou serei obrigado a chamar a segurança do prédio..

Lucas – As coisas não são assim não, dotô, as coisas são do meu jeito...

Neste instante Augusto pega o telefone e disca o número da segurança
Augusto – Alô, Sandoval, aqui é o Augusto e..

Neste instante Lucas saca um gravador, o coloca em cima da mesa e o liga
Vai isso, com força, isso, mete, vai seu merda, eu pago..

Lucas – Reconhece a voz do viadinho, dotô Augusto???
O segurança do outro lado da linha chama por Augusto

Sandoval: Alô, alô Dr.Augusto...
Augusto recupera o fôlego e diz ao segurança:

Augusto – Está tudo sob controle, Sandoval, liguei no ramal errado.
Lucas – Como pode vê Dr.Augusto isto não é uma brincadeira. Eu quero 2 milhões para manter nosso segredinho...rs

Augusto – Eu não tenho esta quantia aqui no escritório, façamos o seguinte, lhe dou 500 mil em cheque e depois combinamos um lugar pra lhe entregar o restante, ok?
Lucas – Acho que imprensa ia se amarrar nesta gravação, hein?rs “O renomado Dr.Augusto Braga e Albuquerque nosso futuro deputado estadual, nobre advogado da elite paulistana no motel com um michê de rua” que notícia, boa hein? (e solta outra gargalhada).

Augusto – Faço o cheque de 500 mil agora, mas você me passa esta gravação imediatamente.
Lucas – As coisas não são assim, quero todo o dinheiro na minha mão antes.

Augusto – Ok, como queira. Leve o cheque agora e depois nos encontramos, me deixe seu contato que ainda hoje lhe entrego o restante.
Lucas anota seu celular em um cartão do escritório e dá um sorrisinho sacana para Augusto

Lucas – Bom fazer negócio com o senhor...rs
Depois que o jovem sai do escritório, Augusto liga para a segurança e dá a seguinte ordem para Sandoval: “Acaba de sair do meu escritório um jovem loiro, vestindo uma calça azul, camiseta vermelha, você vai segui-lo e matá-lo, mas antes vai me trazer um gravador que está no bolso dele pois ele acabou de furtá-lo do escritório e precisa voltar para as minhas mãos, entendido?

Sandoval – Entendido.
 
Continua semana que vem...
Ilustração: Pierre Willemin

14 comentários:

  1. Nossa... quanta intriga. Aguardando continuação. Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raphael:

      Muitas intrigas, muitas intrigas...rs

      Abraços querido e linda semana.

      Excluir
  2. Gente isso tá virado num quibrocó de dar (ui) gosto! Hehehe! Gostoso de ler teus escritos, hero-friend! Hugzones!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      Obrigado querido, fico feliz em saber que tá curtindo este conto, faço com muitoo carinho pra vocês todos.

      Abraços mysuperherofriend e linda semana.

      Excluir
  3. e vamos nos envolvendo nesta rede de fazer inveja à saudosa Janete Clair ...

    seguindo

    bjão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bratz:

      Obrigado meu amigo, não tem ideia de como é gostoso receber seu carinho sempreee.

      Beijos e linda semana.

      Excluir
  4. adoro seu conto, vai me envolvendo cada ve maiss!
    <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tanara:

      Puxa linda, fico muito envaidecido com o seu carinho.

      Beijos e linda semana.

      Excluir
  5. Ai que emocionante, michê ganancioso heehehhehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Frederico:

      Emocionante?rss Vai ver o fim dele..hahahaha.

      Abraços, querido.

      Excluir
  6. Vila Sésamo tu vai ver... hahahahahaha! Hugz my hero-Garibaldo-friend... hehhe!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      kkkkkkkkkkkkkkkkk vou ver o que???

      Abraços, mysuperherofriend.

      Excluir
  7. gente! e a Globo ainda mantém Sílvio de Abreu? Edilson Cravo no time de autores da Globo já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serginho:

      Com amigos assim, tô feito na vida...rs

      Abraços, querido.

      Excluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.