6 de abr de 2013

ELES ME REPRESENTAM

 
(Caetano, Wagner Moura, Preta Gil e Dira Paes)
 
Impraticável que em pleno 2013 ainda precisemos discutir direitos e deveres dos cidadãos. Ninguém deveria ter a capacidade de julgar e condenar as pessoas em função de seu sexo, raça, credo ou religião. Ninguém deveria ter o direito de sair por ai dando declarações racistas e homofóbicas. As leis deveriam ser mais rigorosas para estas pessoas que acham que podem dizer e agir como bem entendem, desrespeitando as demais. Chega de intolerância e discriminação, chega de alienação e desinteresse pela vida humana. Todos nós temos valor, somos filhos de Deus, não deixem que pessoas infelizes e criminosas digam o contrário. Não podemos permitir que nos cerceiem o direito a liberdade à vida. Quando um destes pastores abre a boca e derrama sobre nós seus impropérios e “verdades” o mundo regride 100 anos. Vamos lutar por um mundo melhor, mais ético e humano.
 
 
Fernanda Montenegro ( a maior atriz do Brasil) beija sua amiga atriz Camila Amado em repúdio e protesto a Feliciano
 
Marcos Feliciano, Jair Bolsonaro, Myrian Rios, Silas Malafaia, Joelma, Perlla e sua laia dentre outros não me representam, não representam as pessoas de bem, não representam o respeito ás diferenças, a dignidade, o trabalho árduo de gerações de pessoas que lutaram para que conseguíssemos viver amparados por uma lei mais justa e que contemple a todos indistintamente. Cada um é livre para professar a religião que melhor lhe convir, mas não tem o direito de disseminar idéias de ódio, racistas e discriminatórias, isto não é liberdade de pensamento, mas sim um crime.
 
 
O mundo por si só já está difícil. Vemos a sociedade entrando em colapso, indíviduos escravos de remédios para combater doenças da alma, em função de tantas mágoas, ressentimentos e uma total desinteligência emocioanal. Se pelo menos pudéssemos viver em um mundo onde as pessoas vivessem e deixassem viver as coisas com certeza seriam melhores. Precisamos de mais seres humanos  que se solidarizem com a dor do outro, que possam estender as mãos para quem necessita e não apontar o dedo julgador e acusador. Menos crítica e mais atitude. Alguns passam a vida julgando as demais sem se importar de fato em fazer algo de bom para melhorar a vida delas.
 
 
Não há mais espaço no mundo para pessoas preconceituosas, não há mais espaço para gente que nada acrescenta, nada ensina, nada constrói. O maior legado que Deus nos dá todos os dias é a capacidade de amar, vamos amar mais e julgar menos. Inadmissível pensar que estamos em 2013 e ainda precisamos gastar tempo, energia e espaço para escrevermos postagens como esta. Vamos dizer NÂO a tudo que nos tira o sorriso, que nos rouba a paz, que nos sabota de nós mesmos. Vamos dizer NÂO ao desrespeito, a intolerância e a falta de humanidade de nossos semelhantes.
 
 
Que cada um de nós possa ser mensageiro de palavras de amor, tolerância, respeito e dignidade as demais pessoas que nos cercam. Maravilhosa lição de amor e solidariedade do ator Alexandre Nero que brilhantemente respondeu em sua rede social a uma "fâ" que ele não luta apenas pelo que ele ama, mas sim pelo amor que sente pelos amigos gays, pois um verdadeiro amigo quer o melhor para outro. Parabéns Alexandre, o mundo precisa de mais atitude e bondade.
 
Obs: Um caminhão de Danielas Mercurys, Jeans Wyllis, Alexandres Neros e muitos outros artistas que lindamente se engajaram e estão contribuindo para minimizar as questões de homofobia e racismo no Brasil.
 
Beijos e linda semana.

20 comentários:

  1. Lamentável mesmo, querido. A evolução mandou bjos pra algumas pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Raphael:

      Mas além de lamentarmos precisamos todos levantarmos a bandeira pela vida.

      Beijo meu amigo.

      Excluir
  2. Realmente não existe mais espaço para todo esse preconceito, mas o bom disso é que hoje em dia se discute isso, se combate mais o preconceito abertamente. Os gays tem visibilidade, coisa que há uns vinte anos atrás simplesmente não existia. Muito melhorou, até mesmo o Jeans Wyllis, disse isso numa entrevista, mas muito há que melhorar. Acho que o momento é de grandes mudança em termos de direitos, mas a cabeça das pessoas leva mais tempo que isso para mudar.

    Beijocas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris:

      Exatamente, as coisas tendem a melhorar, pelo menos hoje tudo é discutido e ganha visibilidade.

      Beijos e linda semana.

      Excluir
  3. A Dama foi preciosa em seu comentário ... dias melhores e de luzes ainda virão querido ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bratz:

      Acredito sempre em dias melhores, sou o eterno otimista.

      Beijo meu amigo e linda semana.

      Excluir
  4. Esse Jean Willys me dá esperanças em dias melhores e ainda faz eu ter fé na existência de pessoas íntegras na sociedade... abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Verônico:

      Precisamos de mais pessoas como Jean no poder.

      Abraços querido e linda semana.

      Excluir
  5. É como as pessoas dizem “o tempo muda tudo”. MENTIRA!. Fazer coisas é o que muda algo. Não fazer nada, deixa as coisas do jeito que eram.

    É uma verdade básica da condição humana que todo mundo mente. A única variável é sobre o quê. Que esse homem (Feliciano) é um sínico enfadonho, que se utiliza de falsas verdades apoiadas em preceitos religiosos para “tentar” justificar as asneiras que diz também ja sabemos.

    Pessoas como Feliciano, Joelma, Malafaia e outros párias se perfazem de uma suposta ‘utilidade’ como a militância homofóbica de pessoas influentes que usam o nome do Deus para tentar obstruir direitos de outros cidadãos enquanto deseducam outros.

    É realmente deprimente que em mais de meio século após a Declaração Universal dos Direitos Humanos, agente ainda tenha que discutir esse tipo de assunto.

    Mas foi como disseram ai em cima, estamos tendo mais visibilidade e atenção do que décadas passadas e isso por si só já é louvável. Claro que muito, mas muito mesmo ainda há de ser feito (e acredito que será) e para que isso ocorra temos que repudiar e nos manifestar quase que até a exaustão contra seres e atitudes asquerosas como essas.

    Não, não devemos nos calar temos sim que tornar publica dota nossa repulsa, temos sim que nos fazer valer, nossa luta tem voz, força e argumentos. Temos sim que “competir” pelos mesmos diretos comum a todos afinal sem competição, ainda seríamos organismos unicelulares.

    É como sempre digo:
    Ganhe o respeito dos demais tendo a ousadia de ser você mesmo. !

    Até prq NÃO! Feliciano NÃO me representa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael:

      Precisamos lutar, nos engajarmos, reinvindicarmos os nossos direitos, porque ninguém tem o direito de nos tirar os direitos.

      Marcos Feliciano é um péssimo exemplo de como o poder pode ser perigoso em mãos erradas.

      Abraços querido e linda semana.

      Excluir
  6. É isso aêêê! Vamos quebrar os dentes dessa gentinha ultrapassada. Com elegância, claro. Hahahaha! Muito bom, Edilsito!
    E "foto caseira"?!? Mas foi tirada no motel. Hahahahahahahaha! Hugzones, hero-engajado-friend!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      Vamos quebrar os dentes...e que não sore nenhum..hahahaha.

      Mesmo estando no foto tá com cara de foto caseira, não tinha aquele glamour todo de Hollywood...rs

      Abraços mysuperhoneyherofriend e linda semana.

      Excluir
  7. essa luta é de todos nós!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Railer:

      A luta é de todas as pessoas de bem e éticas. Lutemos pela vida e pelo respeito.

      Abraços e linda semana.

      Excluir
  8. essa luta é de todos nós! [2]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foxx:

      Sim meu amigo, de todos nós.

      Beijo e linda semana.

      Excluir
  9. a escravidão demorou mas foi abolida, o preconceito contra negros ainda existe, mas agora existe uma leia contra isso.
    as mulheres hoje em dia podem votar e se forem agredidas recorrem a uma delegacia especializada.

    e os gays? os gays vão conseguir os mesmos direitos, afinal foi assim que negros e mulheres conseguiram os seus: lutando!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Serginho:

      Perfeito querido, vamos conquistar nossos direitos e seremos ainda mais fortes e felizes.

      Beijos e linda semana.

      Excluir
  10. Fiquei muito feliz por ver pessoas renomadas como eles reivindicando coisas benéficas para quem de fato sofre com preconceito e discriminação. Se todos pudessem copiar esse exemplo muitos dos problemas do país seriam rapidamente solucionados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diogo:

      Com certeza meu querido, as coisas já estariam bem melhores sem dúvida alguma.

      Abraço grande.

      Excluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.