20 de fev de 2014

A BELEZA X O EMPOBRECIMENTO DAS RELAÇÕES


Eu faço uma analogia entre a beleza e o empobrecimento das relações uma vez que mais do que nunca as pessoas usam a beleza como moeda de troca. Infelizmente uma realidade cada dia mais concreta no dias de hoje. Quem de nós não conhece um monte de gente que utiliza da beleza como moeda de troca? Tempos estranhos que vivemos não é mesmo? Seria a globalização da beleza?rss

Um grupo de homens e mulheres que investem pesado na imagem corporal e que conseguem manipular meio mundo em virtude da imagem que apresentam. Artistas fazem isto mas obviamente porque vivem da própria imagem e por isto necessitam daquela eterna beleza, eterna juventude para ganharem bons papéis. Quantas artistas de Hollywood viram suas carreiras caírem no mais absoluto ostracismo em função de terem atingido uma certa idade, não é mesmo? Em uma sociedade que valoriza e celebra o belo, o jovem, muitos artistas ou precisam se contentar com certos tipos de papéis e acabam sendo trocados por artistas mais novos. O talento perde na luta contra o frescor dos jovens "talentos".


                               Jovem faz diversas plásticas para ficar parecido com Bieber.

Vivemos em uma era de um consumo frenético onde a própria imagem física é artigo de troca, e o culto ao belo existe desde da Grécia Antiga, mas percebo que uns tempos pra cá a coisa chegou a um ponto do grotesco. Nada contra as pessoas que se submetem a cirurgias plásticas para corrigirem pequenas imperfeições, plásticas repadoras também são super procuradas em função de pessoas que sofreram algum tipo de acidente que as lesou de alguma maneira, mas e quando a coisa extrapola? Na ânsia de ganhar cada vez mais dinheiro cirurgiões plásticos realizam procedimentos surreais e os mesmos que deveriam ser penalizados, e não falo aqui apenas dos erros médicos, as imprudências e crimes médicos, mas falo da falta de bom senso e ética ao operar pessoas para ficarem parecidas com seus ídolos ou que pedem para ficarem com a fisionomia de bichos e o resultado final fica algo bizarro e nem sempre a contento do cliente.


(Amanda Lepore e os excessos)

A maioria das pessoas idealizam um determinado padrão de beleza e acreditam que serão mais amadas e aceitas se tiverem aquele tipo X de imagem, mas nem sempre a coisa funciona desta maneira. O belo sem conteúdo é vazio, é oco, não agrega nada além daquela casca, a imagem quase plastificada de pessoas que parecem não ter conteúdo suficiente para manterem uma conversa no nível do razoável. 

Obviamente por sermos profundamente visuais ficaremos impactados com a primeira impressão: um belo abdomen, um seio bonito, uma coxa bem torneada, um bumbum arrebitado, mas e depois? Estas pessoas entram na fila do "grande açougue humano" de pintos e bundas e acabam deixando de despertar o interesse inicial uma vez que a oferta no mercado é grande demais e esta pessoa é apenas um corpo sendo tratada apenas como "corpo" ou " "coisa".


Beckham símbolo de beleza

Este mercado dos pintos, peitos e bundas não é o suficiente para sustentar por muito tempo uma relação a menos que a outra pessoa também tenha os mesmos interesses e valores que o outro. Eu particularmente acho que uma pessoa só se torna verdadeiramente atraente quando une a beleza ao intelecto. Não adianta apenas a pessoa ser bonita aparentemente e ser uma anta em uma simples conversa...rs



A proposta de passar uma noite com Redford por 1 milhão de dólares coloca a relação do casal em xeque.

As relações afetivas cada vez duram menos talvez porque os valores de hoje em dia estão completamente deturpados e modificados. Muitas pessoas escolhem o parceiro(a) sexual levando muito em conta a aparência física e/ ou a condição financeira; mas esquecem de observar se a pessoa em questão tem qualidades emocionais e psíquicas suficientes para iniciar um relacionameno amoroso. As redes sociais como Facebook e afins só comprovam a pulverização da descartabilidade dos relacionamentos. Brigo a tarde com o namorado(a) a noite já estou na balada ficando com 3 pessoas para mostrar pra outra pessoa que eu posso, eu consigo, eu não estou jogado as traças (mas isto tudo é uma grande ilusão). No fundo isto só comprova o empobrecimento das relações. Os sentimentos entraram no grande hall de itens a serem comercializados e depois descartados. Se antigamente um casal procurava ajustar seus pontos de conflitos, entrarem em um acordo amigável para terem uma parceria saudável e feliz, hoje em dia ficou mais fácil "trocar" a pessoa "problemática" por outra que não tenha "defeitos". O ser humano tornou-se um grande objeto que no primeiro sinal de "defeito" eu troco, e isto infelizmente é uma lógica extremamente utilizada.

O culto ao corpo é fato, as academias estão cada dia mais cheias e acho que devemos mesmo malhar o cuerpitchu..rs se queremos ter uma vida mais saudável ( seja a prática esportiva que for) mas precisamos também malhar a mente, lermos, nos instruirmos, estarmos atualizados sobre o cotidiano e tudo que nos cerca até porque uma dia a bunda cai, a pele ficará flácida, e o que restará? A beleza é algo celebrado ao longo de história da humanidade e o conceito do "belo" só foi se modificando mas acredito eu que infelizmente a sociedade atual supervaloriza demais apenas o ter em detrimento do ser e isto na minha opinião é de um empobrecimento profundo.

Lindo fim de semana a todos. Beijooos.

Obs: Imagens retiradas do Google.

10 comentários:

  1. Isso é a mais pura verdade. E o que mais vemos por ai são corpos esculturais e uma beleza moldada, mas a mente é totalmente escassa de cultura. É uma inversão de valores inquestionável. Cada vez mais estamos dando valor mais a embalagem do que o conteúdo. É uma pena! Abraços!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Israel:

      Pois é meu amigo são tempos estranhos estes que vivemos, até a beleza virou artigo de comercialização e depois de descarte. Intelecto pra que se o povo quer é pinto e bunda???rss

      Abraços querido e grato pela visita.

      Excluir
  2. bela análise, edilson. fico vendo muita gente não preocupada com a saúde, mas com a aparência e o culto a um corpo com a promessa de um namoro. mas realmente não funciona assim.
    tenho visto como o instagram tem tornado as pessoas narcisistas. tem gente cujo perfil só tem foto da pessoa, de rosto, de corpo, close, fazendo careta... fico pensando como essa pessoa vai aceitar envelhecer, mudar prioridades e tal. quem tem 'síndrome de peter pan' precisa começar logo a dar atenção a isso, pois não é saudável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Railer:

      Acho que tudo deve ser feito com moderação, né?rs Tudo que é demais sobra, enjoa e cansa...rs

      Obrigado mais uma vez pelo seu carinho meu querido.

      Beijo.

      Excluir
  3. Acho que toda essa valorização do corpo, da forma da ~beleza~ de hoje em dia (na vdd sempre houve , contudo nos dias atuais é mais acentuado) alem de ser pré-imposta por determinismos ambientais (ou seriam falhas ambientais ?) se de mesmo pela dificuldade de se socializar.

    Já reparou que todo narcisista/impecável/todo trabalhado na academia (quase) sempre ta “alone” na balada? Ninguém liga pra um Mrs. Músculo no outro dia depois de uma noite (deliciosamente) pecaminosa hahaha. Mas na vdd ele nem liga, afinal ele é belo, ele é lindo e no fim ele sempre terá a academia com todos aqueles espelhos onde ele poderá tirar inúmeras fotos selfie pra depois postar no seu “insta” e no seu perfil do Grindr, ... mal sabem eles que da mesma forma de narciso com sua contemplação ininterrupta de si próprio eles terão um fim não menos feio. A solidão é uma coisa feia ...

    Creio que o culto ao corpo seja um mecanismo de auto-defesa que a pessoa se impõem para não ter que refletir sobre sua condição intelectual, sobre a ideia preciosa do desenvolvimento mental, sobre as esferas de sua vida. As pessoas têm dificuldades de ir do narcismo para o socialismo.

    Vendo assim, fica claro que o principal motivo da angústia pela beleza deste ser é o julgamento. O julgamento dos outros caso você não seja bonito o suficiente, Cult o suficiente, se seu sorriso não seja branco o suficiente, se você não é alfa o suficiente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael Oxn:

      Pra variar excelente análise da postagem, exatamente o que você disse o narcisista vive muito mais para os outros do que pra si mesmo, está mais preocupado com a ideia que fazem a respeito dele.

      Excelente fim de semana. Beijos.

      Excluir
  4. Quem ama o feio... bonito lhe parece!!! Beleza não põe mesa... mas abre o apetite... hehehe! Só que apenas beleza não (se) basta... precisa muito mais... quem fica refém/escravo desse padrões - mais cedo ou mais tarde - vai acabar frustrado... afinal, ela (a tal beleza) um dia se vai, nzé? Adorei tua análise!!! Bem pontual e oportuna!!!! Hugzones, hero-beauty-friend!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      Eu quis aproveitar este excesso de imagens carnavalescas onde uma massa gigante de pessoas mostra o corpo do avesso para levantar esta questão dos limites do corpo e da mente..

      Fico muito feliz que tenha gostado mysuperspecialherofriend.

      Abraços.

      Excluir
  5. O belo é só para apreciar e aproveitar se tiver oportunidade kkkk
    Mas é o seguinte. Nem todos que são bonitos são "ocos" e nem todos os feios tem conteúdo.

    https://www.facebook.com/livroelder

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pablo:

      Nem tanto ao céu e nem tanto a Terra, o equilíbrio é o ideal, né?rss

      Otimo fim de semana.

      Abraços querido e volte sempre.

      Excluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.