4 de fev de 2014

ENTRANDO NO MEU MUNDO


Eu te deixo entrar no meu mundo
Mas entre com cuidado
Devagar
Sem fazer alarde
Com calma e sem mexer demais na minha paz
Não aceito bagunça no meu coração
Já cansei de sofrer, de acreditar e me iludir
Me ensina a te amar
Cativa a parte que ainda respira em mim
Me mostra a sutileza de ser
Sorri e me abraça
Me traz a paz depois da tempestade
Restaura a fé no amor que me foi roubada
Eu te deixo entrar na minha vida
Mas tenha paciência pra entender meus silêncios
Pisa mas pisa com jeitinho para não pisar demais
Tenho minhas farpas e areias movediças
Minhas áreas nebulosas e de turbulência
Se tiver carinho e inteligência meio caminho andado
Não sou planeta inabitável
Apesar das meus principícios
Tenho um coração brotando entre os escombros do antigo eu
Nasci e morri algumas vezes
Hoje tudo volta a se iluminar novamente
Pois aprendi a preencher meus vazios comigo

Linda semana seus lindos. Muita paz, saúde e entendimento.

Beijosssss.

10 comentários:

  1. Respostas
    1. Douglas:

      Zzzzzzzzzzzzzzzzzz....rs

      Beijos pessoa monossilábica.

      Excluir
  2. Mas e quem - como eu - é desses que #chegachegando?!? Como faz, produção?!? Hahahahahahaha! Tudo de bom teu post, hero-sensível-friend! Gracias pelos comments!!! Adorei! Hugzones!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred:

      O importante é avisar quando tá chegando...não entrar de supetão entende?kkkkkkkkkkk

      Obs: Confessa que tu ficas esperando meus comments...kkkkk

      Abraços mysupercomenteiroherofriend.

      Excluir
  3. Ah tá! quer q chegue de mansinho né??? rs ... Sei!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bratz:

      De mansinho é mais gostoso.....kkkkkkkkkk depois pode pegar fogo....é bão tb...rs

      Beijos meu querido.

      Excluir
  4. Mas eu adorei isso... só não sei definir se gostei mais do texto ou da foto! :P Aprender a preencher os nossos vazios com a gente mesmo é o top. ;)
    Beijo, beijooooo!
    She

    ResponderExcluir

O Lua agradece sua visita, volte sempre.